A IMPORTÂNCIA DO SEGURO DE VIDA

A IMPORTÂNCIA DO SEGURO DE VIDA

O seguro de vida deve ser visto como um gesto de carinho e amor aos nossos familiares.
A partir do momento em que as pessoas se conscientizam da importância de proteger seus filhos e cônjuges elas adquirem um Seguro.
É fato que o seguro de vida não substitui ninguém. Mas a questão básica do seguro é prestar uma proteção financeira no caso de uma perda, ou no caso de algum acontecimento que possa abalar a família. O seguro de vida, mais do que proteger financeiramente, evita que em horas de abalos ou tristezas, a família seja poupada de mais desconfortos e preocupações.
Cada pessoa tem suas necessidades e sonhos. Por isso precisamos contratar um seguro adequado, garantindo que mesmo que não estejamos mais aqui por alguma fatalidade, tudo aquilo que planejamos se realize.
Embora a vida não seja um bem que possa se medir o valor, como acontece com um automóvel, galpão ou equipamento, a contratação de um seguro de vida, normalmente passa por uma avaliação, sobre qual o montante de recursos necessários para garantir a realização dos projetos idealizados pelo segurado.
Pergunte: Quais as minhas necessidades hoje? Quem depende de mim financeiramente? Qual o montante necessário para manter o padrão de vida da família pelo menos nos próximos 05 anos.
Por tais razões, não é surpresa quando nos deparamos com histórias como: “a de um bem-sucedido empresário que pelo simples fato de seu pai, já falecido, ter contratado um bom seguro vida proporcionou a sua mãe recursos suficientes à manutenção do nível educacional que seu pai em vida proporcionava a ele e seus irmãos”. A atenção de seu pai a este detalhe fez toda a diferença na vida de seus filhos e esposa; e mais, fez diferença na vida dos netos que, vivendo em uma família estruturada financeiramente, estarão bem preparados para viver neste mundo tão competitivo.
O investimento do segurado é compensado pela tranquilidade de que o infortúnio não mudará seus planos; é para os beneficiários, uma demonstração a mais de quão importantes são para o segurado; para a sociedade, a manutenção de famílias estruturadas financeiramente, e para o corretor de seguros, a certeza do dever cumprido.
O seguro de vida não deve ser atrelado à morte, mas sim, a uma forma de manter o padrão de vida dos seus familiares, como uma preocupação que o segurado teve de não deixar sua família desamparada financeiramente.

Site Desenvolvido por:

Comece uma conversa

Olá! Selecione seu um contato.

icone_fechar icone_whatsapp
Fale com a Dina